Que oportunidades de carreira profissional há na indústria química?

Já alguma vez imaginaste que praticamente toda a nova tecnologia mundial se baseia na química? Os químicos representam um papel essencial na descoberta de soluções para os maiores desafios da sociedade e no desenvolvimento da qualidade de vida. Por exemplo, a sua investigação pode contribuir para curar doenças, proteger o ambiente através de aplicações de poupança de energia ou mesmo criar uma alta tecnologia para música.

Os químicos não trabalham apenas para a indústria química, trabalham em muitas outras áreas como a farmacêutica, a construção de materiais, a mecânica, a electrónica, os plásticos, e várias indústrias de serviços como os seguros, transporte, autoridades locais, ensino e investigação pública.

Pelo lado da indústria, as empresas químicas não empregam apenas químicos. Como outros sectores, elas lidam com várias profissões – um total de mais de 100 tipos! Há trabalho para todos os gostos e qualificações em áreas como a produção, pesquisa & desenvolvimento, logística, comércio & vendas, finanças, recursos humanos e direito.

Na Europa, a indústria química emprega um montante de 1.3 milhão de pessoas em 27.000 empresas. Este número aumenta até muito perto dos 4 milhões, se tomarmos em consideração as indústrias que directamente dependem dos produtos químicos, como por exemplo a agricultura, alimentação, automóvel, têxtil e saúde. A indústria química é, por esse motivo, o maior fornecedor de riqueza e um sector chave da economia.

A indústria química europeia está, no entanto, a enfrentar sérias dificuldades em encontrar pessoal qualificado, apesar dos seus salários serem superiores à média. A União Europeia estimou que, para a Europa desejar manter uma economia competitiva e baseada num conhecimento dinâmico, vão ser necessários mais 700.000 cientistas ou 1.2 milhão de pessoal relacionado com a ciência, por volta de 2010. Estas pessoas são cruciais para a capacidade da Europa conseguir novas inovações para o mercado – mas a situação é cada vez mais um desafio, uma vez que os jovens se mostram cada vez menos interessados em ciência ou nos estudos científicos.

Os vários caminhos oferecidos na indústria para licenciados em química são relativamente desconhecidos. A química cobre um largo leque de disciplinas como a engenharia química, a bioquímica, ciência de materiais ou química do ambiente. Estão, contudo, a emergir novas áreas promissoras, como a biotecnologia e nanotecnologia; ser um químico não significa necessariamente trabalhar num laboratório o dia todo. De novo, há muitas mais oportunidades do que alguma vez se pensou. Um químico pode tornar-se, por exemplo, num gestor de produção, mercado ou até de regulação. Tem muito a ver com as capacidades e a motivação! 


Hiperligações relacionadas:

http://www.metierschimie.be/ (FR)
http://www.jobschemie.be/ (NL)
http://www.lesmetiersdelachimie.com/ (FR)
http://www.letudiant.fr/metiers/chat-les-metiers-de-la-chimie.html (FR)
http://www.letudiant.fr/metiers/secteur/biologie-chimie-pharmacie.html (FR)
http://www.feelthechemistry.nl/ (NL + EN)
http://fonds.vci.de/ (DE)
http://www.chemie-im-fokus.de/start.htm (DE + EN)
http://royalsociety.org/page.asp?id=3502 (EN)
http://www.rsc.org/Education/SchoolStudents/profiles/index.asp (EN)
http://portal.acs.org/portal/acs/corg/content?_nfpb=true&_pageLabel=PP_CAREERS&node_id=87&use_sec=false&sec_url_var=region1 (EN)
http://www.xperimania.net/ww/en/pub/xperimania/news/world_of_materials/carriers.htm
(22 línguas)